OEI e MEC lançam Projeto Piloto de Mobilidade Acadêmica
OEI e MEC lançam Projeto Piloto de Mobilidade Acadêmica

OEI e MEC lançam Projeto Piloto de Mobilidade Acadêmica

OEI. 18/10/2016
Tamanho do texto+-

Foi lançado na manhã de hoje, na Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (SESu/MEC), o Projeto Piloto da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) para implementação do Programa Paulo Freire de Mobilidade Acadêmica para Estudantes de Programas Universitários de Formação de Professores.

Esse programa visa promover a mobilidade acadêmica em carreiras relacionadas ao exercício da profissão docente. Os níveis educacionais alvos são, portanto, a educação infantil, o ensino fundamental e médio, a educação especial e a técnico-profissional.

A proposta apresentada hoje, pelo Reitor Naomar Almeida (UFSB) e pela Assessora Internacional da Secretaria de Educação Superior (SESu), Elizabeth Balbachevsky, será realizada primeiramente na UFSB, em caráter piloto, para posterior avaliação e expansão para outras instituições de ensino.

Na ocasião ainda, houve a adesão formal da UFSB ao Programa de Mobilidade Paulo Freire que já conta atualmente com a participação de 11 universidades federais brasileiras. Espera-se nessa primeira fase do programa a mobilidade de 500 estudantes dos países ibero-americanos para o biênio 2016-2017.

Estiveram presentes no evento o Secretário-Geral da OEI, Paulo Speller; a Diretora do Escritório da OEI no Brasil, Adriana Weska; o Secretário de Educação Superior do MEC, Paulo Barone; a presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), Ângela Maria Paiva Cruz; a Secretária de Articulação com os Sistemas de Ensino (Sase) , Regina de Assis; a presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Maria Inês Fini; os reitores das Universidades Federais do Rio Grande do Norte, do Pará, de Goiás, da Universidade Federal Rural do Semiárido e da Universidade de Brasília.

Para maiores informações sobre o Projeto Paulo Freire, clique aqui para baixar o documento oficial.