Programa IberCultura Viva lança seus três editais de 2016
Programa IberCultura Viva lança seus três editais de 2016

Programa IberCultura Viva lança seus três editais de 2016

OEI. 20/09/2016
Tamanho do texto+-

Programa IberCultura Viva lança seus três editais de 2016

O programa IberCultura Viva abriu nesta segunda-feira (19/09) as inscrições para três editais voltados a experiências culturais de base comunitária: um para apoio a redes, outro para a seleção de textos a serem publicados em um livro, e um concurso de videominuto chamado “Mulheres: Culturas e Comunidades”. Serão distribuídos US$ 100 mil para o Edital de Apoio a Redes e US$ 5 mil para o concurso de vídeos. O edital de artigos não terá prêmios em dinheiro.
As inscrições para o edital de apoio a redes estarão abertas até 31 de outubro. Para o concurso de videominuto e a seleção de textos, o prazo termina em 1º de dezembro. Informações, regulamentos e formulários estão disponíveis no site www.iberculturaviva.org.


Apoio a redes

O Edital de Apoio a Redes IberCultura Viva 2016 tem como objetivo fortalecer o trabalho e fomentar a articulação de redes de cultura de base comunitária nos países ibero-americanos. O montante de US$ 100 mil será dividido entre os ganhadores de duas categorias (US$ 50 mil para cada uma), sendo que cada projeto poderá receber até US$ 5 mil. Serão premiados os 10 projetos com maior pontuação em cada uma delas.
A categoria 1 é voltada para o apoio a eventos de redes nacionais e/ou regionais que tenham como objetivo a preparação para o 3º Congresso Latino-americano de Cultura Viva Comunitária, a ser realizado em 2017 em Quito (Equador). A categoria 2 dedica-se ao apoio para a realização de eventos de redes de cultura de base comunitária municipais, estaduais, nacionais ou regionais. As propostas devem ser referentes a eventos com realização prevista para o período entre 1º de fevereiro e 31 de outubro de 2017. Por eventos entendem-se encontros, congressos, seminários, festivais, feiras, colóquios e simpósios.
Podem concorrer ao edital organizações e coletivos culturais que fortaleçam a gestão local em um dos países do Espaço Cultural Ibero-americano. São eles: Andorra, Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Chile, Equador, El Salvador, Espanha, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Portugal, República Dominicana, Uruguai e Venezuela.
Seleção de textos
E é para contar um pouco dos 12 anos da política pública que ganhou o nome de “Cultura Viva” no Brasil -- e de “Cultura Viva Comunitária” em vários países da Ibero-América -- que o programa IberCultura Viva lança o edital para seleção de textos. A ideia é produzir um livro que provoque reflexões sobre o conceito “Cultura Viva” e as políticas de cultura de base comunitária que vêm sendo adotadas na região desde 2004, a partir da experiência brasileira dos Pontos de Cultura.
Os textos devem tratar de experiências de organizações da sociedade civil que são ou tenham sido colaboradoras de políticas governamentais, seja em âmbito federal, estadual, municipal ou regional. Podem participar do edital pessoas físicas, como pesquisadores do tema ou representantes de Pontos de Cultura, por exemplo, interessados em contar de que maneira o programa beneficiou determinada comunidade, os avanços e as dificuldades encontradas. Os artigos devem ter em média 2.500 palavras (um mínimo de 1.500 e um máximo de 5.000) e podem estar escritos em espanhol ou português.

Concurso de videominuto

Já o Concurso de Videominuto “Mulheres: culturas e comunidades” tem como objetivo dar visibilidade ao papel das mulheres na cultura e organização comunitária, fazendo frente a atitudes e estereótipos que contribuem para a desigualdade de gênero e a violência. O valor total destinado ao edital é de US$ 5 mil. Receberão prêmios de US$ 500 os 10 vídeos com maior pontuação no processo de seleção.
Os vídeos devem ter duração máxima de um minuto e estar voltados para o público em geral, com classificação indicativa livre. Podem ser de qualquer gênero: documentário, ficção, animação, etc. Os concorrentes deverão publicá-lo em uma plataforma de divulgação gratuita, como Vimeo ou YouTube, em qualquer um dos formatos admitidos pela plataforma, com resolução mínima de 720 x 480 pixels, sob licença de direitos em Creative Commons.
O programa
Lançado em 2014, IberCultura Viva é um programa de cooperação técnica e financeira voltado para o fortalecimento das culturas de base comunitária dos países ibero-americanos. Vinculado à Secretaria Geral Ibero-americana (Segib), tem como um de seus principais objetivos promover a criação de redes, alianças e intercâmbios para a ação conjunta entre atores sociais e governamentais, propiciando o desenvolvimento de uma cultura cooperativa, solidária e transformadora.
Participam do programa os seguintes países: Argentina, Brasil, Chile, Costa Rica, El Salvador, Espanha, México, Peru e Uruguai. O Brasil tem a presidência do Comitê Intergovernamental, por meio da Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural (SCDC/MinC), num mandato de três anos de duração que se encerra em junho de 2017.