OEI e Programa Mundial de Alimentos firmam Protocolo de Intenções para ações em Alimentação Escolar
OEI e Programa Mundial de Alimentos firmam Protocolo de Intenções para ações em Alimentação Escolar

OEI e Programa Mundial de Alimentos firmam Protocolo de Intenções para ações em Alimentação Escolar

OEI. 28/09/2015
Tamanho do texto+-

  A Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI) e o Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas (PMA) assinaram hoje um Protocolo de Intenções para o desenvolvimento de ações de cooperação técnica. A parceria prevê a possibilidade de troca de experiências nas áreas de educação, cultura e segurança alimentar envolvendo órgãos governamentais e organismos internacionais nos Estados-Membros e observadores ativos da OEI – países africanos lusófonos e o Timor Leste. O instrumento prevê também o apoio ao desenvolvimento de sistemas educacionais que promovam igualdade de oportunidades educativas e equidade social através da alimentação escolar saudável.

  O Secretário-Geral da OEI, Paulo Speller, destacou a importância da questão da alimentação escolar em todos os países latino-americanos, levando em conta a dimensão dos desafios de combate à pobreza e à exclusão de populações vulneráveis da escola. Programas como o da merenda escolar no Brasil, estimulam não apenas a universalização do acesso à educação, mas ações de educação para uma alimentação saudável e a inclusão da agricultura local como fonte preferencial de fornecimento de alimentos às escolas, dando também sustentabilidade à economia local.

  O Diretor do PMA no Brasil, Daniel Balaban, destacou a agência como Centro de Excelência contra a Fome que apóia os países na criação de programas sustentáveis de alimentação escolar. Ressaltou como modelo internacional o Programa de Alimentação Escolar implementado pelo Governo brasileiro, que impacta a inclusão educacional ao fornecer alimentação de qualidade a 45 milhões alunos diariamente. Concluiu sua fala destacando a potencialidade da parceria como a OEI para ampliar as ações do PMA na Ibero-América.