1º Prêmio Aprendizagem Solidária conta com expertise da OEI

1º Prêmio Aprendizagem Solidária conta com expertise da OEI

OEI. 25/08/2020
Tamanho do texto+-

Imagina uma sala de aula onde a atividade pedagógica cria oportunidades para que os alunos aprendam na prática, ao mesmo tempo em que transformam a realidade local e que exercitam a cidadania e a solidariedade. É o que busca reconhecer o 1º Prêmio Aprendizagem Solidária - Experiências que transformam, lançado hoje, 25, pela Rede Brasileira de Aprendizagem Solidária (RBAS) da qual a Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI) faz parte, juntamente com outras organizações de promoção de educação.

O Prêmio tem como objetivo identificar, reconhecer e valorizar as práticas de aprendizagem realizadas por instituições de ensino ou por organizações da sociedade civil que promovam ações de intervenção para resolver problemas reais de territórios e comunidades.

A premiação é uma iniciativa da Rede com apoio do Centro Latino-Americano de Aprendizagem e Serviço Solidário (CLAYSS) e coordenação técnica do Centro de Estudos em Educação, Cultura e Ação Comunitária (CENPEC), do Instituto Singularidades, do Movimento Futuro, da Mori Educação, além da cooperação técnica da OEI.

Com vasta experiência em concepção de prêmios na área de educação, cultura e direitos humanos, a OEI contribuiu com a iniciativa da RBAS ajudando a desenhar esta primeira edição do Aprendizagem Solidária.

“A OEI atua na perspectiva de fomentar o desenvolvimento da educação e da cultura como alternativa válida e viável para a construção da paz, mediante a preparação do ser humano para o exercício responsável da liberdade, da solidariedade e da defesa dos direitos humanos, assim como apoiar as mudanças que permitam uma sociedade mais justa para a Ibero-América”, ressalta o diretor e chefe da representação da OEI no Brasil, Raphael Callou.

Organizações da Sociedade Civil, instituições de ensino superior e escolas de todos os níveis e modalidades da educação básica, públicas ou privadas, podem inscrever seus projetos ou experiências até às 18h do dia 5 de outubro pelo site do Prêmio, para concorrer a apoio financeiro de até R$ 15 mil reais e apoio formativo, para potencializar e ampliar suas ações de aprendizagem e de solidariedade para e com a comunidade.

O prêmio está dividido em quatro categorias:

  • Ensino Superior, para experiências de estudantes da graduação e/ou pós-graduação
  • Educação Básica I, para experiências de estudantes da Educação Infantil e/ou Ensino Fundamental – Ano Iniciais
  • Educação Básica II, para experiências de estudantes de Ensino Fundamental – Anos Finais e/ou Ensino Médio
  • Organizações da Sociedade Civil, para instituições sem fins lucrativos que promovam experiências de Aprendizagem Solidária

A aprendizagem solidária (aprendizaje y servicio solidario nos países de língua espanhola ou service learning, nos Estados Unidos) é uma concepção de educação que data do início do século 20. Na prática, a aprendizagem solidária propõe o desenvolvimento integral dos sujeitos por meio de vínculos com suas cidades, territórios e comunidades. A sugestão é que a estratégia ocorra a partir de projetos de intervenção social propostos pelos estudantes e pautados pelas reais necessidades das comunidades.

Saiba mais sobre o Prêmio Aprendizagem Solidária