CILPE2019: Português e espanhol estiveram em diálogo em Lisboa

CILPE2019: Português e espanhol estiveram em diálogo em Lisboa

OEI. 22/11/2019
Tamanho do texto+-

A Conferência Internacional das Línguas Portuguesa e Espanhola (CILPE 2019) “reforçou o valor educativo, social e político” dos dois idiomas e também “do Programa de Difusão da Língua Portuguesa da Organização dos Estados Ibero-Americanos (OEI).” Avaliação é do secretário-geral da OEI, Mariano Jabonero, ao encerrar na tarde desta sexta-feira, 22, o encontro que reuniu, em Portugal, especialistas para discutir sobre futuro das duas línguas e a sua contribuição para a economia, a educação, a sociedade digital e para a cultura na região ibero-americana.

A escritora brasileira, Nélida Piñon, integrante da Academia Brasileira de Letras, fechou o evento, com uma conferência inédita. Nélida, de origem galega, assumiu-se como uma “verdadeira cidadã ibero-americana” e “completamente apaixonada pelas línguas espanhola e portuguesa.” Em seu discurso entrelaçou a história do Brasil com herança linguística proveniente do português e do espanhol no país.


A CILPE 2019 foi uma iniciativa da OEI e, de acordo com Mariano Jabonero, “a CILPE 2019 demonstrou que a OEI é capaz de reunir especialistas de alto nível, muitas contribuições de diferentes áreas e territórios. O apoio de todos os participantes é a garantia da continuidade da conferência como o evento de referência para o espanhol e o português”.

Neste segundo dia, vários especialistas ligados aos dois idiomas, provenientes da região Ibero-americana e da África, refletiram sobre o lugar das línguas na educação e das competências que desenvolvem. A formação dos professores mereceu uma atenção especial, dando grande enfoque aos projetos bilíngues, na região, como o projeto da OEI “Escolas de fronteira”.

Além da educação, discutiu-se sobre o papel das línguas portuguesa e espanhola na sociedade digital e sobre os desafios que enfrentam. Os dois idiomas apresentam um grande crescimento no mundo digital, sendo o espanhol a terceira língua mais utilizada na internet, e o português ocupa o quinto lugar.

As duas línguas que cresceram lado a lado tiveram na CILPE e a oportunidade de colocar em destaque o diálogo entre todos os países que integram o espaço Ibero-americano. Durante esta sexta-feira, refletiu-se como os dois idiomas contribuem para a coesão social e para o desenvolvimento sustentável das indústrias culturais e criativas.


Ao encerrar o evento, Nélida Piñon deu o tom da sinergia entre as duas línguas. “Nasci na Galiza, fui viver no Brasil e sou, completamente, apaixonada pelas línguas espanhola e portuguesa” e concluiu dizendo que escrever foi a forma que encontrou de direitos.


Podcast Lenguas extranjeras - Rádio Exterior