OEI e Andaluzia lançam programa de mobilidade acadêmica

OEI e Andaluzia lançam programa de mobilidade acadêmica

OEI. 01/02/2019
Tamanho do texto+-

A Organização dos Estados Ibero-Americanos (OEI), com o apoio do Conselho de Conhecimento, Pesquisa e Universidades da Junta de Andaluzia, divulga o Programa de Intercâmbio e Mobilidade Acadêmica (PIMA) para estudantes de graduação que residem em qualquer um dos países membros da OEI.

Desde 2005, o Conselho de Conhecimento, Pesquisa e Universidades de Junta da Andaluzia tem apoiado a iniciativa da OEI. Em 2019, serão financiadas 295 bolsas de estudo, totalizando um investimento de 750 mil Euros. A edição deste ano conta com a participação de 68 universidades de 18 países da região ibero-americana.

As universidades estão integradas em 25 redes temáticas tais como ciências ambientais e energias renováveis; economia e desenvolvimento agrário; engenharia - a partir da perspectiva de cooperação para o desenvolvimento; turismo, dentre outras áreas.

Os estudantes podem vivenciar uma experiência de mobilidade com duração de até cinco meses em uma universidade em outro país que não o seu. Para se candidatar tem de estar matriculado em uma das universidades participantes das redes temáticas. A instituição de origem deve garantir o reconhecimento acadêmico, bem como a validação dos créditos feitos pelo aluno durante a mobilidade internacional na universidade de destino.


Confira as universidades do Brasil que participam:

  • Universidade de Santa Catarina
  • Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"
  • Centro Federal de Educação Tecnológica de Bento Gonçalves
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro
  • Universidade Federal da Bahia
  • Universidade do Estado do Amazonas
  • Universidade Federal de Viçosa 
  • Universidade Estadual de Campinas