OEI e CERLALC planejam realização de seminário sobre primeira infância

OEI e CERLALC planejam realização de seminário sobre primeira infância

OEI. 09/09/2020
Tamanho do texto+-

A Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI) e o Centro Regional para o Fomento do Livro na América Latina e no Caribe (Cerlalc) assinaram esta semana um convênio de cooperação visando estabelecer as bases para a realização do I Seminário Virtual Competência Leitora, Primeira Infância, Leitura em Suporte Digital, que se realizará de 07 a 09 de outubro. O evento, liderado pelas instituições com o apoio do Ministério de Educação Pública e o Ministério da Cultura e Juventude da Costa Rica, contará com a participação de reconhecidos especialistas em matéria de primeira infância, especificamente em temas como a competência leitora das crianças menores de 5 anos, o uso de tecnologias digitais feito por elas e as políticas públicas para este grupo populacional.

A parceria foi consolidada por meio da assinatura digital do convênio de cooperação por Andrés Ossa, diretor do Cerlalc, e Mariano Jabonero, secretário-geral da OEI. O acordo nasce como una iniciativa conjunta dos dois organismos a partir do convênio marco de colaboração assinado em fevereiro de 2019, cujo objetivo central é apoiar a realização de programas e projetos de cooperação de interesse comum nas áreas da educação e da cultura, com impacto nos países membros da Comunidade Ibero-americana. O convênio estabelece a organização de eventos, discussões, capacitações e outras atividades educativas e culturais para a visibilidade e a promoção da leitura e da literatura ibero-americanas, levando assim a realização deste seminário.

O evento será transmitido via streaming e poderá ser acompanhado com o hashtag #CriançaLeitora. Entre seus principais fins, propõe convidar as entidades responsáveis pela atenção integral para a primeira infância nos países de Ibero-América e os atores do setor privado e da sociedade civil que lideram iniciativas educacionais, culturais e de leitura para crianças menores de 6 anos. Também estará aberto para representantes dos Ministérios de Cultura e de Educação da região, agentes de Educação Infantil (creche e pré-escola), pais e mães, bibliotecários, mediadores, bem como para todas as pessoas encarregadas da atenção e do cuidado desta faixa etária nos países ibero-americanos.

Nesse sentido, o Cerlalc e a OEI compartilham o compromisso de impulsionar nos países da região a implementação de iniciativas que possibilitem a participação de todos os cidadãos na cultura escrita a partir da primeira infância. As duas organizações também reiteram o reconhecimento da importância e do impacto que as intervenções realizadas durante os primeiros anos de vida têm no desenvolvimento cognitivo, emocional, físico e social das pessoas.

Com a assinatura do acordo de colaboração, ambas as instituições reforçam mais uma vez sua aposta na promoção de espaços de diálogo, reflexão e análise do estado da educação e pelo fomento da leitura na região, especialmente, na primeira infância. A iniciativa é válida sobretudo agora no meio da crise sanitária mundial provocada pela pandemia do COVID-19, que teve e continua tendo repercussão nos países ibero-americanos. É necessário buscar soluções a partir do trabalho interdisciplinar, da formação acadêmica e da cooperação internacional, dentre outras iniciativas.