OEI e Ministério da Educação do Brasil vão realizar projetos em parceria

OEI e Ministério da Educação do Brasil vão realizar projetos em parceria

OEI. 14/09/2018
Tamanho do texto+-

O Secretário-Geral da Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI), Mariano Jabonero, recebeu hoje, 14, na sede da Organização em Madri, o ministro da Educação do Brasil, Rossieli Soares. Durante a reunião, os dois trataram do lançamento, no Brasil, do Programa Latino-Americano de Bilinguismo e do Projeto Primeira Infância.

O programa de bilinguismo promovido pela OEI prevê, dentre outras ações, a implementação do ensino de espanhol e português nas escolas de fronteiras do país. Já o projeto Primeira Infância é uma iniciativa prioritária para a Organização. É na etapa da educação infantil onde a pessoa tem um dos mais importantes desenvolvimentos da vida.

A expectativa da OEI é, até o fim do ano, lançar um edital para manifestação de municípios que tenham interesse em desenvolver um projeto piloto que tem como foco três pilares: reforçar a capacidade gerencial das redes de ensino e das creches; capacitar a coordenação pedagógica; e diversificar a matriz de projetos de infraestrutura.

O projeto da OEI visa contribuir para que o Brasil consiga chegar a resultados que permitam a educação brasileira alcançar a meta 1 do Plano Nacional de Educação (PNE). O plano diz que, até 2024, o país deve chegar a 50% do atendimento das crianças de zero a três anos e universalizar o atendimento das crianças de quatro a cinco anos em todo o país.

Jabonero e Rossieli também discutiram o acompanhamento da OEI na recuperação do Museu Nacional do Brasil. Considerado um dos maiores espaços de acervo da história natural e antropológica das Américas, o museu foi destruído quase que inteiramente por um incêndio ocorrido no início deste mês. A OEI ofereceu sua colaboração para coordenar o apoio dos países ibero-americanos na recuperação do museu.

O encontro foi acompanhado do novo embaixador da Espanha no Brasil, Fernando García Casas. O diplomata ocupava o cargo de secretário de estado para a Cooperação Internacional e da América Latina e do Caribe e tem uma vasta experiência no âmbito internacional, tendo trabalhado nas representações ao Conselho da Europa e as Nações Unidas em Genebra, Suíça, e nas embaixadas da Espanha em Israel ou na Estônia, dentre outras.