OEI realiza 2° Fórum de Educação do Futuro na Campus Party

OEI realiza 2° Fórum de Educação do Futuro na Campus Party

OEI. 19/06/2019
Tamanho do texto+-

Entre os dias 20 e 22 de junho a Campus Party Brasília 2019, evento de maior imersão tecnológica do mundo, terá espaço reservado para discutir novos modelos de aprendizados para o século 21. Trata-se do 2° Fórum Internacional de Educação para o Futuro, realizado pela Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI).

O debate aborda a necessidade de desenvolver novas habilidades e competências frente aos modelos atuais de ensino. Instalado na área Open da Campus Party. No dia 20, às 20h30, a professora Débora Garofalo, fará a palestra magistral do Fórum. Débora é considerada uma das dez melhores docentes do mundo pelo The Global Teacher Prize.

As atividades do encontro começam no dia 21, às 11h, com a abertura do Fórum que acontece no palco Feel The Future e contará com a presença do diretor da OEI no Brasil, Raphael Callou, o presidente do Instituto Campus Party, Francesco Farruggia, e o diretor do Células Empreendedoras, Genésio Gomes. Ao longo dos dois dias de reunião serão tratados de temas que vão da democratização do aprendizado gerada pelo mundo digital ao novo papel do professor e o que muda, de fato, em sala de aula.

Um dos espaços de destaque é a Sala do Futuro. O ambiente reunirá pesquisadores, especialistas, gestores públicos e privados, tutores, professores e estudantes do Brasil e da Ibero-América, além dos campuseiros.

O grupo deve formular um manifesto pela educação em fóruns que discutirão os nortes e melhores práticas da educação. O debate também inclui também a colaboração entre as instituições presentes para criar, de forma colaborativa, diretrizes a serem incluídas no documento que será entregue a instituições ligadas ao Governo.

Campus Party - conta hoje com mais de 550 mil campuseiros cadastrados em todo mundo. Já produziu edições nos seguintes países: Espanha, Holanda, México, Alemanha, Reino Unido, Argentina, Panamá, El Salvador, Costa Rica, Colômbia, Equador, Itália e Singapura.

O evento está presente no Brasil há doze anos e a edição de Brasília realizada no ano passado foi considerada a segunda maior do mundo, perdendo apenas para a Campus Party Brasil, que acontece em São Paulo.

A Campus Party trata desde em internet das coisas (rede de objetos físicos - veículos, prédios e outros dotados de tecnologia, sensores e conexão com a rede - capaz de coletar e transmitir dados) à blockchain (registro de transação de moeda virtual). O evento também discute assuntos como Cultura Maker (que valoriza a capacidade do indivíduo ser um criador de coisas, produtos ou serviços), além de Educação e Empreendedorismo do mundo.