OEI realiza roda de conversa sobre cultura maker no ConectaIF 2018
OEI realiza roda de conversa sobre cultura maker no ConectaIF 2018

OEI realiza roda de conversa sobre cultura maker no ConectaIF 2018

OEI. 07/08/2018
Tamanho do texto+-

A Organização dos Estados Ibero-americanos esteve hoje, 7, no ConectaIF 2018, em Brasília. Coordenado pelo Instituto Federal Brasília (IFB), o encontro nas áreas de educação profissional, científica e tecnológica vai até dia 10 de agosto, é aberto e gratuito. O evento reúne, em um só local, dezenas de atividades culturais, tecnológicas e de pesquisa.

Além do diretor da OEI no Brasil, Raphael Callou, a roda de conversa com jovens sobre “Cultura maker e empreendedorismo” contou com a participação do idealizador da Campus Party, Francesco Farruggia, e do representante do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Públio Valadares Ribeiro.

A convite da OEI, os integrantes das organizações não-governamentais Alfasol, Maristela Miranda, e da Explorum, Eduardo Azevedo, apresentaram o trabalho desenvolvido em São Paulo com estudantes que têm pouco acesso a novas tecnologias. Utilizando material tecnológico reciclado, Eduardo trabalha com os jovens criando engenhocas criativas e desenvolvendo o empreendedorismo. O projeto vai capacitar até o fim deste ano 170 participantes entre 15 e 24 anos de idade.

Raphael ressaltou a importância de parcerias como as que a Organização realiza com o Projeto Include, MCTIC, Afasol e Explorum. “Divulgam iniciativas de promoção e acesso a novas tecnologias no âmbito da educação e do empreendedorismo social e promovem o acesso democrático as novas tecnologias”.

Uma das participações marcantes foi a do estudante do IFB, Matheus Breno, de 22 anos. O jovem falou na roda de conversa da OEI sobre a carência de trabalhos como os que foram apresentados pelos Projetos Include, do Instituto Campus Party, e o Engenhoca Criativa, da Explorum. Atento à promoção da educação social por meio da cultura maker, o estudante dedica-se atualmente no desenvolvimento de um fliperama educativo.