Primeira pós-graduação em ouvidoria pública abre inscrição para vagas não gratuitas

Primeira pós-graduação em ouvidoria pública abre inscrição para vagas não gratuitas

OEI. 19/11/2019
Tamanho do texto+-

Os interessados em participar da primeira pós-graduação do Brasil em ouvidoria pública contam agora com uma nova oportunidade. A partir desta terça-feira, 19, serão abertas inscrições para contemplar a oferta de vagas não-gratuitas. A iniciativa será possível devido subsídio da Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI).

O investimento privado da OEI garantirá o valor do curso mais acessível às pessoas que desejam se inscrever neste primeiro ciclo formativo, previsto para encerrar em 2020. A Organização tem dentre seus objetivos gerais fomentar o conhecimento em prol dos processos participativos e de controle social, visando a interação entre os mecanismos democráticos e de cidadania.

A inscrição para as vagas será realizada pela instituição de ensino superior responsável pelo processo formativo, que coordenará, diretamente, os pedidos de matrícula e as condições de pagamento. A especialização terá duração de 380 horas. O processo formativo será estruturado de forma a permitir uma grade de disciplinas que contribuam para ampliar as funções exercidas pelas ouvidorias públicas no país na promoção da interlocução direta entre sociedade e o Estado.

O advento das novas tecnologias e utilização desses meios pelos cidadãos exige melhor capacidade de dialogar com as funções de atendimento. Também se faz necessário exercer análise crítica dos serviços com base nas informações colhidas junto aos usuários.

A pós-graduação em Ouvidoria Pública busca promover as competências dos agentes nas áreas de: conhecimento de gestão; participação social; transparência; atendimento ao usuário de serviços públicos; tratamento de denúncias; avaliação e simplificação dos serviços e políticas públicas.

A escolha do corpo docente primou pela qualificação e a infraestrutura tecnológica preparada está adequada ao modelo de educação a distância. Ao término do curso, os alunos aprovados recebem o certificado de especialização lato sensu, emitido pela instituição de ensino superior, observadas as disposições do Projeto Pedagógico do Curso (PPC), conforme estabelece as diretrizes do Ministério da Educação.


Mais informações aqui